A Rioto tem por princípio oferecer aos seus clientes soluções completas em Segurança e Medicina do Trabalho, assegurando a máxima qualidade nos serviços prestados desenvolvidos ao longo de muitos anos de atuação. Com excelência na qualificação de seus profissionais, serviços credenciados e equipamentos de última geração a Rioto proporcionam diagnósticos precisos e seguros.

Trabalhando com o Sistema SOC – Software Integrado de Gestão Ocupacional – software que integra os dados de recursos humanos, higiene, segurança, saúde ocupacional, meio ambiente e o eSOCIAL. Com mais de 200 funcionalidades, inúmeras vantagens técnicas e elevado nível de serviços, é considerado o mais completo software e ERP do segmento.

  • Metodologias de investigação de acidentes
  • Descrição breve e objetiva do curso.
  • Plano de emergência e simulado de abandono predial
  • Introdução a ergonomia
  • Introdução a higiene ocupacional
  • Programa de proteção respiratória - PPR
  • Programa de conservação auditiva – PCA
  • Programa de proteção das mãos - PPM
  • Temas novos - elaborados conforme solicitação do cliente.
  • NR 05 – Membros e designados da CIPA
  • NR 06 – EPI´s - uso, guarda, conservação e troca
  • NR 10 – Instalações e serviços em eletricidade- reciclagem, básico e SEP
  • NR 11 – Máquinas de movimentação de materiais (empilhadeira, retroescavadeira, ponte rolante...)
  • NR 12 – Segurança em máquinas e equipamentos
  • NR 17 – Ergonomia - transporte manual regular de cargas
  • NR 18 – Treinamento admissional, plataforma de trabalho aéreo, trabalho à quente e trabalho à frio.
  • NR 20 – Líquidos e combustíveis inflamáveis
  • NR 23 – Brigada de incêndio - combate a incêndio e primeiros socorros
  • NR 32 – Riscos químicos para serviços de saúde
  • NR 33 – Espaço confinado, trabalhador autorizado, vigia e supervisor de entrada
  • NR 35 – Trabalho em altura
  • SIPAT–qualidade de vida, bem-estar, 5S, AIDS, DST, álcool, drogas e tabagismo. “conforme solicitado pelo cliente” Conscientização de segurança do trabalho.

De acordo com a NR-7, esse programa tem como objetivo a promoção, prevenção e preservação da saúde dos funcionários. Sua elaboração e execução são feitos de acordo com os riscos ambientais reconhecidos no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA. Faz parte também deste programa a elaboração do Relatório Anual (RA) do PCMSO decorridos 12 meses da implantação do Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional – PCMSO.

A elaboração do PCMSO, de acordo com o eSocial, poderá ser INICIAL (ou referencial), ou seja, caso seja o primeiro PCMSO informado ao eSocial. Ou o PCMSO pode ser SEQUENCIAL (ou de Atualização Anual), quando se realiza os ajustes e atualizações de um PCMSO já informado ao eSocial. Para ambos os casos, o orçamento Rioto para o documento PCMSO por CNPJ irá contemplar os seguintes itens:

  • Disponibilização de usuário para uso do sistema Rioto com perfil de acesso à área de saúde, segurança e RH/DP;
  • Disponibilização da ferramenta Modelo I ou II para atualização cadastral;
  • Analise do PPRA em vigência para identificar riscos ocupacionais e seus exames complementares a serem realizados;
  • Uma visita técnica, se necessário, de Médico do Trabalho e/ou Enfermeira do Trabalho e/ou Técnico de Segurança (não incluso despesas deslocamento);
  • Elaboração do Relatório Anual (RA) após 1 ano de implantação do PCMSO conforme item 7.4.6 da NR-7;
  • 1ª via impressa do PCMSO assinada pelo Médico do Trabalho.

Nota Geral 1: Todos os arquivos XML que serão gerados para envio ao eSocial serão assinados digitalmente (e-CNPJ) pelo cliente que receberá o retorno do Recibo de entrega via Sistema;

Nota Geral 2: Será disponibilizado manual para uso do sistema da Rioto. Se necessário Treinamento para uso do sistema será ministrado na sede da Rioto, conforme hora técnica.

Conforto e segurança são fatores essenciais para o bom desempenho de colaboradores que atuam em qualquer segmento. Daí a importância da análise das condições ergonômicas do ambiente de trabalho.

Essa solução oferecida pela Rioto atua na identificação de postos de trabalho ergonomicamente inadequados, na definição de medidas corretivas e na orientação dos funcionários sobre correção postural. Com isso, a empresa e seus colaboradores se privam dos transtornos provocados pelo desconforto e pelas doenças ocupacionais.

Conforme a NR-09, o PPRA visa garantir a preservação da saúde e da integridade dos funcionários, através da antecipação, reconhecimento e, consequentemente, controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que possam vir a existir no ambiente de trabalho, considerando a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

A elaboração do PPRA, de acordo com o eSocial, poderá ser INICIAL (ou referencial), ou seja, caso seja o primeiro PPRA informado ao eSocial. Ou o PPRA pode ser SEQUENCIAL (ou de Atualização Anual), quando se realiza os ajustes e atualizações de um PPRA já informado ao eSocial. Para ambos os casos, o orçamento Rioto para o documento PPRA por CNPJ irá contemplar os seguintes itens:

  • Disponibilização de ferramenta Modelo I ou Modelo II para atualização cadastral;
  • Uma visita técnica do Técnico de Segurança do Trabalho para levantamento de informações (não incluso despesas deslocamento);
  • Apontamento e Orientação da necessidade de avaliações quantitativas necessárias conforme item 9.3.4 da NR-9 (Laudos ambientais, ergonômicos, LTCAT, insalubridade e periculosidade) para cumprir o layout S-2240 do eSocial;
  • Apontamento e Orientação da necessidade de treinamentos conforme item 9.3.5.3 e alínea b do item 9.3.5.4 da NR-9 para cumprir o layout S-2245 do eSocial;
  • Apontamento e Orientação da necessidade de treinamentos conforme item 9.3.5.3 e alínea b do item 9.3.5.4 da NR-9 para cumprir o layout S-2245 do eSocial;
  • Geração e disponibilização para o cliente do arquivo XML do layout S-1060 – Tabela de Ambiente de Trabalho;
  • Geração e disponibilização para o cliente do arquivo XML do layout S-2240 – Condições Ambientais do Trabalho - Fator de Risco;
  • PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário): PPP do trabalhador que foi empregado depois do envio completo dos eventos de SST.
  • Elaboração do PPR – Programa de Proteção Respiratória de acordo com a Portaria 1 de 11/04/94, emitida pelo Ministério do Trabalho, estabelece um regulamento técnico sobre uso de Equipamentos de Proteção Respiratória (EPR’s), no qual todo empregador deverá adotar um conjunto de medidas com a finalidade de adequar a utilização de EPR, quando necessário, para complementar as medidas de proteção eletivas implementadas
  • Abertura de CAT pelo cliente: Disponibilização da Ferramenta do sistema para abastecimento das informações do acidente e geração do arquivo XML do evento S-2210;
  • 1ª via impressa do PPRA assinada pelo Médico do Trabalho e/ou Técnico de Segurança e/ou Engenheiro de Segurança do Trabalho, não incluso ART do Engenheiro.
  • 1ª via impressa do PPR assinada pelo Médico do Trabalho e/ou Técnico de Segurança e/ou Engenheiro de Segurança do Trabalho, não incluso ART do Engenheiro.

Nota Geral 1: Todos os arquivos XML que serão gerados para envio ao eSocial serão assinados digitalmente (e-CNPJ) pelo cliente que receberá o retorno do Recibo de entrega via Sistema;

Nota Geral 2: Será disponibilizado manual para uso do sistema da Rioto. Se necessário Treinamento para uso do sistema será ministrado na sede da Rioto, conforme hora técnica.

Apontamento e Orientação da necessidade de avaliações quantitativas necessárias conforme item 9.3.4 da NR-9 (Laudos ambientais, ergonômicos, LTCAT, insalubridade e periculosidade) para cumprir o layout S-2240 do eSocial;

B.2) COORDENAÇÃO E GESTÃO DO PCMSO

Devido à complexidade de implantação e cruzamento de informações decorrentes do eSocial, apenas a elaboração do PCMSO não é suficiente para atender a legislação. Para tanto, a Rioto realiza a coordenação e gestão do Programa, para que melhores resultados sejam alcançados. Segue os itens referentes à coordenação do PCMSO:

  • Disponibilização das WEB Services e manuais caso seja a opção do cliente realizar a integração dos sistemas;
  • Disponibilização da ferramenta Modelo I ou II para atualização cadastral;
  • Disponibilização de usuário para uso do sistema Rioto com perfil de acesso à área de saúde, segurança e RH/DP;
  • Convocação de Exames Periódicos;
  • Orientações de exames complementares com resultados alterados;
  • Análise e Conclusão dos exames médicos complementares para a geração do arquivo XML do layout S-2220;
  • Elaboração do Programa de Conservação Auditiva (PCA), conforme Anexo I da NR-7, deverá ser implementado desde que identificado no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) – risco físico ruído, visando à preservação da saúde auditiva dos funcionários e preventivamente conforme, resguardar a empresa cliente em eventuais ações indenizatórias nas esferas judiciais competentes;
  • 1ª via impressa do PCA assinada pelo Médico Coordenador do PCMSO e por uma Fonoaudióloga.
  • Arquivo por 20 anos, pelo médico coordenador, dos prontuários médicos dos trabalhadores gerados pela implementação do PCMSO, conforme item 7.4.5.1 da NR-7;

Consulta Médica Ocupacional: é a consulta realizada por Médico do Trabalho para as seguintes finalidades:

  • Avaliação e readaptação de funcionários com limitações da capacidade produtiva determinadas por acidentes do trabalho, doenças do trabalho e doenças e acidentes fora do trabalho;
  • Encaminhamentos previdenciários;
  • Homologação de Atestado / Controle de absenteísmo;
  • Avaliações clínicas para tratamento médico.
  • Avaliação para Portador de Necessidades Especiais (PNE ou PCD)

B.7) Consulta Ocupacional Especializada: Avaliação especializada, realizada por especialista em medicina do trabalho visando analisar as alterações clínicas referidas pelo trabalhador e o seu nexo com suas atividades laborais, com emissão de relatório conclusivo.

Abertura de CAT pelo cliente: Disponibilização da Ferramenta do sistema para abastecimento das informações do acidente e geração do arquivo XML do evento S-2210;

  • Programa de Conservação Auditiva (PCA), conforme Anexo I da NR-7, deverá ser implementado desde que identificado no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) – risco físico ruído, visando à preservação da saúde auditiva dos funcionários e preventivamente conforme, resguardar a empresa cliente em eventuais ações indenizatórias nas esferas judiciais competentes;
  • 1ª via impressa do PCA assinada pelo Médico Coordenador do PCMSO e por uma Fonoaudióloga.
  • Arquivo por 20 anos, pelo médico coordenador, dos prontuários médicos dos trabalhadores gerados pela implementação do PCMSO, conforme item 7.4.5.1 da NR-7;

A.5) PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) de funcionários admitidos antes do envio completo dos eventos de SST: Elaboração manual do PPP do trabalhador que foi empregado antes do início da obrigatoriedade do envio completo dos eventos de SST. (Somente mediante a disponibilização das informações do funcionário pelo cliente);

A.4) Inspeção, Diagnóstico e Plano de Ação de Conformidade com as Normas Regulamentadoras: Essa inspeção abrange a análise das NR’s pertinentes ao RAMO DE ATIVIDADE do cliente, especialmente dos serviços de relacionados à segurança e saúde ocupacional, para isso utilizaremos um sistema desenvolvido a partir de um profundo conhecimento jurídico das NR’s e dos itens com mais frequência de autuações. Desta forma os profissionais responsáveis pela Saúde e Segurança do Trabalho terão a mesma visão do auditor fiscal, o que garante tranquilidade em caso de inspeção do ministério do trabalho, tendo os seguintes benefícios:

  • Emissão do Diagnóstico das conformidades da empresa cliente com as NR’s / eSocial;
  • Relatórios completos com agilidade, incluindo o cálculo de multas potenciais que podem ser aplicadas pela ação fiscal;
  • Maior controle das práticas implantadas;
  • Histórico organizado e fácil acesso aos documentos gerados;
  • Planos de ação precisos;
  • Indicadores de eficiência, desempenho e dados que auxiliam na tomada de decisão dos gestores;
  • Minimizar o risco de ações indenizatórias.

Elaboração do PPR – Programa de Proteção Respiratória de acordo com a Portaria 1 de 11/04/94, emitida pelo Ministério do Trabalho, estabelece um regulamento técnico sobre uso de Equipamentos de Proteção Respiratória (EPR’s), no qual todo empregador deverá adotar um conjunto de medidas com a finalidade de adequar a utilização de EPR, quando necessário, para complementar as medidas de proteção eletivas implementadas.

B.8) NTEP - Laudo para contestação de Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário: o objetivo deste laudo é contestar a aplicação do Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário (NTEP), no caso de afastamento e da concessão de benefício Previdenciário ao trabalhador com espécie 91 (Doença ou acidente do Trabalho), e consequente estabilidade de 12 meses a partir da cessação do benefício.

B.4) ASO (Atestado de Saúde Ocupacional): De acordo com a NR-07, é o atestado médico que analisa a aptidão do funcionário para desempenhar suas atividades, considerando os riscos da sua ocupação. Este atestado deve ser emitido pelo médico para as situações de Admissão, Demissão, Periódico, Mudança de Função e Retorno ao Trabalho. O PCMSO informará os exames que irão compor o ASO e a periodicidade que deve ser realizado. A emissão do ASO é feita em duas vias (sendo uma via do trabalhador e outra do cliente).

Nota 1:O Diagnóstico da conclusão dos exames médicos complementares serão lançados pela Rioto para a geração do arquivo XML do layout S-2220.

Nota 2: Exames com diagnóstico Alterados serão lançados e acompanhados pelo Departamento Médico Rioto.

Nossa estrutura permite uma alta produtividade no atendimento dos trabalhadores, tendo em vista a concentração dos recursos técnicos, profissionais e a mobilidade operacional suportada pela Unidade Móvel. Com esses recursos a Rioto otimiza o tempo na realização dos diversos exames, e consequentemente, libera rapidamente os profissionais para retornarem às suas tarefas na empresa.

Arquivo por 20 anos, pelo médico coordenador, dos prontuários médicos dos trabalhadores gerados pela implementação do PCMSO, conforme item 7.4.5.1 da NR-7;